INFORME SINDIMETAL/PR – NEGOCIAÇÕES COLETIVAS POR QUE A NEGOCIAÇÃO ESTÁ TRAVADA?

isend -f 2

 Considerando notícia veiculada pelo Sindicato dos Metalúrgicos da Grande Curitiba (SMC) no boletim “A Voz do Metalúrgico” Edição 924, de janeiro/2022, o SINDIMETAL/PR coloca algumas questões para reflexão:

Como se pode falar que a entidade patronal “assume postura intransigente, fazendo de tudo para travar as negociações da convenção coletiva e, com isso, se negando a valorizar o próprio Trabalhador,…” 

Deve ser destacado e lembrado que:

1) O SINDIMETAL/PR, com base em deliberações da sua Assembleia Geral, apresentou proposta ao SMC concedendo o percentual resultante do INPC acumulado no período de dezembro/2020 a novembro/2021, ou seja, 10,96% (dez vírgula noventa e seis por cento) para correção dos salários e dos pisos salariais (veja a proposta na íntegra clicando AQUI);


 2) O SINDIMETAL/PR, também com amparo da sua Assembleia Geral e preocupado com a tranquilidade das empresas e seus trabalhadores enquanto não firmada a CCT, sugeriu a adoção da prática da antecipação salarial no percentual citado acima (10,96%), ou outro eleito pela empresa (veja sugestão de antecipação salarial clicando AQUI). 

 Assim, será por causa da “intransigência do patronal” que a negociação está travada?


O SINDIMETAL/PR está disposto e aberto à negociação e isto pode ser constatado por meio dos diversos informes divulgados (Clique AQUI).

 Para mais informações, contate o SINDIMETAL/PR.