SINDIMETAL/PR ESCLARECE EMPRESAS SOBRE A COVID-19

Com o avanço da pandemia de Coronavírus no Brasil, conduzindo o  governo a decretar estado de emergência em muitos Estados, fechar fronteiras com outros países, decretar calamidade pública até o final do ano, várias empresas também estão  alterando a rotina de trabalho. Os profissionais  buscam ajustar a realidade das organizações ao avanço da doença, de modo a minimizar os impactos à produção, sem deixar de observar os cuidados necessários à proteção dos colaboradores no ambiente de trabalho.

Para auxiliar as empresas nesse momento de crise o SINDIMETAL/PR promoveu um encontro com o objetivo de auxiliar os empresários e RH’s a entenderem o que é a COVID-19, bem como desenvolver um plano de contingência para evitar que uma possível  paralisação afete o funcionamento da operação de forma mais grave. O encontro aconteceu dia 19 de março e de forma inédita O SINDIMETAL/PR utilizou para o evento o seu átrio, um espaço muito amplo, bem ventilado, com cadeiras distanciadas umas das outras mais de 1,5m, forneceu álcool gel para desinfecção de mãos, orientou para os cumprimentos à distância, ou seja,  atendeu a todas as determinações impostas pelo Ministério da Saúde.

O encontro contou com a participação do médico do trabalho do SESI/PR, Ronaldo Ruaro,  que esclareceu pontos importantes sobre o COVID -19.

Em sua apresentação, Ruaro contextualizou a doença, seu surgimento, a transmissibilidade, evolução, contágio e fatores de risco e, ainda, destacou a importância da prevenção a partir da adoção de medidas simples:

“Higienizem as mãos com frequência, evitem o contato físico com outras pessoas nesse momento; ao tossir cubram o nariz e a boca com o braço. Estas são medidas simples que ajudam no combate ao COVID 19”, declara.

Na sequência, a gerente jurídica do  SINDIMETAL/PR, Luciana Rocha Lopes, realizou apresentação que foi dividida em duas etapas. A primeira foi dedicada a auxiliar as empresas no desenvolvimento de um plano de contingência. Foi abordada qual a melhor maneira de construir esse plano, quais perguntas devem ser respondidas e quais ferramentas podem ser utilizadas pelas empresas em tempos de crise.

A segunda parte da apresentação de Luciana discorreu sobre os aspectos legais e econômicos decorrentes do avanço do  COVID-19 no Brasil.  Luciana comentou sobre a Lei 13.979, de 6 de fevereiro de 2020, que dispõe sobre as medidas para o enfrentamento de emergência de saúde pública decorrente do COVID-19, além de  esclarecer pontos sobre as medidas anunciadas pelo governo brasileiro e sobre a notificação do Ministério Público que orienta a adoção de medidas de segurança nos locais de trabalho.